DÚVIDAS FREQUENTES

Compra on-line Portal de Passagens RJ

 

Compra de Passagens
ORIGEM
DESTINO
IDA
VOLTA (opcional)

 

*A Viação Pássaro Verde efetua a venda de bilhetes (Passagens de Ônibus) apenas em suas bilheterias. Contudo, a empresa acolhe a venda de passagens efetuadas pelo site “Portal de Passagens”. Fique atento a cobrança que o mesmo possa fazer pela prestação do serviço de venda on-line.

COMPRA ON-LINE PORTAL DE PASSAGENS RJ
  • Se você ainda não está cadastrado no sistema, faça agora o cadastro para prosseguir com sua compra.PESQUISE
  • Na parte superior do portal, há um campo onde você deve digitar a cidade de origem e de destino;
  • Em seguida, escolha a data de ida e de volta da viagem. Vale ressaltar que, caso a viagem seja somente ida, a data da volta deve permanecer em branco;
  • Clique no botão “Consultar!”
ESCOLHA DE HORÁRIOS PORTAL DE PASSAGENS RJ
  • Na próxima página, serão exibidos os horários disponíveis para o trecho selecionado.
  • Nessa tela é possível verificar os horários de partida e de chegada, tipo de ônibus, empresa de ônibus responsável pelo trecho e itinerário.
  • Escolha a opção que mais lhe agrada e clique para selecioná-la. Depois de selecionado, clique no botão “próximo passo”.
ESCOLHA DE ASSENTOS PORTAL DE PASSAGENS RJ
  • Com os horários reservados, na mesma tela aparecerá a opção de reservar as poltronas. Primeiro selecione a(s) poltrona (s) da ida informando, na janela que abrirá, o nome e o documento do passageiro que irá utilizar o bilhete. Repita o processo para as poltronas da volta e clique em “Próximo”.
PAGAMENTO NO PORTAL DE PASSAGENS RJ
  • Caso esteja logado/cadastrado, insira seus dados e continue o processo.
  • Nessa tela, um resumo da sua compra será apresentado. Verifique se os dados estão corretos e, em seguida, leia atentamente os Termos e Condições de compras.
  • Escolha a bandeira e informe os dados do cartão de crédito e, em seguida, selecione a condição de pagamento.
  • Se todos os dados estiverem corretos, clique no botão “Pagar”.
  • Após o pagamento, a reserva de suas passagens de ônibus será confirmada. Depois do pagamento, você receberá o VOUCHER de confirmação com os detalhes de cada passagem de ônibus no seu e-mail e estará pronto para viajar. Antes do embarque, vá até o guichê da empresa transportadora e troque o VOUCHER (comprovante de compra) por sua passagem.
O QUE É O VOUCHER DE COMPRA? ELE SERVE COMO BILHETE?

O VOUCHER é um resumo do seu pedido, comprovando a compra e o pagamento de sua passagem e contém o Código Localizador para impressão do Bilhete de Passagem. Portanto, ele não é aceito como bilhete rodoviário.

NÃO FINALIZEI A COMPRA NO SITE E A POLTRONA CONTINUA BLOQUEADA. O QUE DEVO FAZER?

Quando uma poltrona é selecionada, ela fica bloqueada no sistema por 50 minutos. Após esse período, ela é liberada. Nesse intervalo de tempo, você pode voltar e refazer a sua compra, selecionando outra poltrona, ou aguardar os 50 minutos para tentar comprar a mesma poltrona.

POSSO COMPRAR SOMENTE A PASSAGEM DE IDA PELO SITE?

Sim! É possível comprar somente a passagem de ida. Para isso, basta informar apenas a data da ida, pois a data da volta é opcional. Caso queira comprar a ida e a volta pelo site, basta preencher ambas as datas.

REALIZEI A COMPRA DE UMA PASSAGEM, MAS NÃO RECEBI O E-MAIL DE CONFIRMAÇÃO. O QUE DEVO FAZER?

E-mails de provedores como UOL, Hotmail, Terra e outros, possuem um sistema anti-spam. Como os e-mails do Portal de Vendas são gerados automaticamente, os provedores podem caracterizá-los como Spam. Verifique se o seu comprovante de compra foi enviado para a sua caixa de Spam ou Lixo Eletrônico e lembre-se de adicionar este endereço de E-mail na sua lista de endereços confiáveis para que eles sejam enviados normalmente. Caso não tenha ainda recebido, acesse o portal de vendas na opção histórico de compras e clique no botão para acesso da 2° via.

COMO VERIFICAR SE MINHAS PASSAGENS FORAM COMPRADAS COM SUCESSO?

Cada compra possui um Código Localizador, com caracteres alfanuméricos. Desta forma, para verificar se suas compras foram concluídas com sucesso basta acessar a opção “histórico de compras” no canto superior da tela e aparecerá o status, bem como a segunda via do Voucher.

ONDE POSSO FAZER A RETIRADA DA PASSAGEM DE ÔNIBUS?

A retirada do bilhete de passagem poderá ser feita pelo USUÁRIO ou PASSAGEIRO nas agências informatizadas da transportadora, conforme relação disponibilizada em http://gabrasil.com.br/site/ (Atendimento – Pontos de Venda), com antecedência mínima de 60 (sessenta) minutos, respeitando os horários de funcionamento das agências, mediante a apresentação dos seguintes documentos:

  • Voucher impresso ou apenas os dados de Código Localizador e Número da Reserva;
  • Cédula de Identidade ou documento oficial equivalente.

Em caso de retirada dos bilhetes nos Totens de autoatendimento é obrigatório apenas o preenchimento do Código LOCALIZADOR e do NÚMERO DE RESERVA. Consulte agências que possuem este equipamento.

ESTOU COMPRANDO UMA PASSAGEM, MAS OUTRA PESSOA VAI VIAJAR. O PASSAGEIRO PODE RETIRAR O BILHETE, OU TENHO QUE ESTAR PRESENTE?

Sim, o próprio passageiro poderá retirar o bilhete no guichê da empresa transportadora, desde que as informações pessoais (nome e documento) estejam registradas no VOUCHER, comprovante de compra emitido.

Os dados do passageiro devem ser informados no momento de selecionar a poltrona, quando realizada a compra online. Desta forma, é necessário preencher a tela com o nome e o número de documento do passageiro corretamente.

O QUE É A TAXA DE SERVIÇO DE VENDA ON-LINE?

A compra pelo Portal online evita que o cliente tenha que se deslocar até a rodoviária, eliminando gastos com transporte, estacionamento, além de aborrecimentos e perda de tempo. Valorizamos a sua comodidade e seu tempo!

A venda de bilhetes pela internet é um serviço exclusivo da administradora do Portal de Passagens a qual cobra uma taxa de serviço. Na hipótese de discordância de pagamento da referida taxa, o USUÁRIO deverá fazer a aquisição do bilhete nas agências da TRANSPORTADORA.

SOU DEFICIENTE FÍSICO/IDOSO E JOVEM BAIXA RENDA, CONSIGO COMPRAR MINHA PASSAGEM COM BENEFÍCIO ONLINE?

Infelizmente não, pois existem algumas condições por Lei para garantir o seu benefício (gratuidade ou desconto), como apresentação de documento de identificação e comprovantes, por exemplo.

PASSAGENS INTERMUNICIPAIS

31 3073-7575
(De segunda à domingo de 6h às 22h)

PASSAGENS INTERESTADUAIS

0800 033 7575
Viação Pássaro Verde (Brasília e Ribeirão Preto) e Viação Umuarama

LEI Nº 10.741/2003

LEI Nº 10.741/2003 Dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras providências. Art. 39. Aos maiores de 65 (sessenta e cinco) anos fica assegurada a gratuidade dos transportes coletivos públicos urbanos e semiurbanos, exceto nos serviços seletivos e especiais, quando prestados paralelamente aos serviços regulares. § 1o Para ter acesso à gratuidade, basta que o idoso apresente qualquer documento pessoal que faça prova de sua idade. § 2o Nos veículos de transporte coletivo de que trata este artigo, serão reservados 10% (dez por cento) dos assentos para os idosos, devidamente identificados com a placa de reservado preferencialmente para idosos. § 3o No caso das pessoas compreendidas na faixa etária entre 60 (sessenta) e 65 (sessenta e cinco) anos, ficará a critério da legislação local dispor sobre as condições para exercício da gratuidade nos meios de transporte previstos no caput deste artigo. Art. 40. No sistema de transporte coletivo interestadual observar-se-á, nos termos da legislação específica: I – a reserva de 2 (duas) vagas gratuitas por veículo para idosos com renda igual ou inferior a 2 (dois) salários-mínimos; II – desconto de 50% (cinquenta por cento), no mínimo, no valor das passagens, para os idosos que excederem as vagas gratuitas, com renda igual ou inferior a 2 (dois) salários-mínimos. (...) Art. 42. São asseguradas a prioridade e a segurança do idoso nos procedimentos de embarque e desembarque nos veículos do sistema de transporte coletivo.

OUVIDORIA

0800 724 4400

ATENDIMENTO A PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS

0800 642 7373
Auditivos e Fala

VENDAS PARA DEFICIENTE
ACESSE O LINK: http://encurtador.com.br/rxKOZ

 

LEI ESTADUAL Nº 21.121/2014

LEI ESTADUAL Nº 21.121/2014 Assegura ao idoso e à pessoa com deficiência que menciona gratuidade no serviço intermunicipal de transporte coletivo de passageiros, altera a Lei nº 12.666, de 4 de novembro de 1997, que dispõe sobre a política estadual de amparo ao idoso, e dá outras providências. Art. 1º Ao idoso com idade acima de 65 anos e à pessoa com deficiência, nos termos da Lei nº 13.465, de 12 de janeiro de 2000, fica assegurado o direito à gratuidade no serviço intermunicipal de transporte coletivo de passageiros, convencional, simples e comercial, conforme o disposto nesta Lei. Parágrafo único. A gratuidade a que se refere o caput destina-se a idoso com idade acima de 65 anos e pessoa com deficiência que tenham renda individual inferior a dois salários- mínimos e limita-se a dois assentos por viagem, disponibilizados pelo critério exclusivo de precedência na solicitação da reserva. Art. 2º Para usufruir da gratuidade prevista nesta Lei, o beneficiário deverá solicitar à empresa delegatária a reserva de assento com, no mínimo, doze horas de antecedência do horário previsto de partida do veículo. § 1º O beneficiário deverá apresentar, no momento da reserva e do embarque, documento de identidade com validade nacional e com foto e o comprovante do cadastramento a que se refere o art. 3º desta Lei, observado o disposto no § 2º deste artigo. § 2º Até que seja implantado no Estado o cadastramento a que se refere o art. 3º, o beneficiário comprovará, para a reserva de assentos e para o embarque, o atendimento dos requisitos previstos nesta Lei, por meio da apresentação de: I – documento de identidade com validade nacional, para a comprovação da idade; II – um dos seguintes documentos, para a comprovação da renda: a) Carteira de Trabalho e Previdência Social com anotações atualizadas; b) contracheque de pagamento ou documento expedido pelo empregador; c) carnê de contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social – INSS; d) extratos de pagamento de vencimentos ou benefícios pagos por órgãos ou entidades públicas; e) declaração escrita, assinada pelo declarante ou por pessoa que se responsabilize pela informação, de que tenha renda individual inferior a dois salários-mínimos; III – laudo médico-pericial emitido por profissional de saúde pertencente a entidade integrante do Sistema Único de Saúde – SUS –, para a comprovação da deficiência. Art. 3º A entidade representativa do setor poderá implantar, às suas próprias expensas, mecanismos de cadastramento, identificação e comprovação da condição de beneficiário idoso ou com deficiência. Art. 4º A recusa injustificada de emissão de bilhete gratuito para o idoso ou para a pessoa com deficiência, observadas as disposições desta Lei, equivale, para a aplicação das penalidades previstas no Decreto nº 44.603, de 22 de agosto de 2007, que contém o Regulamento do Serviço de Transporte Coletivo Rodoviário Intermunicipal e Metropolitano do Estado de Minas Gerais – RSTC –, à recusa de venda de passagem sem motivo justo.